quarta-feira, abril 29

Arquitetos do Futuro


O último episódio de O Aprendiz 6 teve como prova o tradicional desafio da Lukscolor que consistiu em reformar dois asilos, melhorando tanto a pintura do local, quanto promovendo o bem estar dos idosos. E como sempre, esse serviço de responsabilidade social emocionou muitos participantes.

Enquanto os integrantes da equipe Maxxi davam atenção aos moradores do asilo, fazendo parcerias para realizar o trabalho no local, a Best esqueceu que estava tratando com pessoas com idade avançada e levaram as camas para pintar do lado de fora do local.

Antes mesmo de Roberto Justus anunciar o resultado, estava claro que a equipe Maxxi iria levar a vitória. Pois enquanto a equipe Best se preocupava com coisas supérfluas como pintar as camas, a equipe Maxxi não só se preocupou com as demandas imediatas, mas com o futuro daquele asilo.

Dentre as ações efetuadas pela Maxxi, destaque para a plantação de um jardim e a criação de um site de doações, a fim de atrair parcerias para o asilo.

Futuro para um asilo! Parece algo paradoxal, mas não é.

Isso me remete para a promessa citada em Joel 2:28;

"E depois derramarei o meu Espírito sobre toda a carne, e os vossos filhos e as vossas filhas profetizarão, os vossos velhos terão sonhos, os vossos jovens terão visões.”

Os sonhos dos velhos nada mais são do que idéias. Ou seja, o que o texto nos diz é que nossos velhos seriam idealizadores. Pessoas capazes de enxergar necessidades que precisam ser atendidas. E não apenas identificar, mas criar ações para suprir tais demandas.

A promessa também afirma que os jovens teriam visões, isto é, teriam perspectivas quanto ao futuro. E isso se deve as idealizações dos velhos, são elas que servem como referência, alimentando assim as visões dos jovens.

De fato existe um futuro para os nossos velhinhos, ainda que eles não venham viver “In loco” tal futuro, eles são os projetores e arquitetos do amanhã, preparando o caminho para as futuras gerações.

Através de nós, jovens, o escopo é operacionalizado. Somos os responsáveis por colocar em pratica as idealizações dos velhos.

Eles podem não ter uma força herculana para trabalhar, mas ainda são capazes de sonhar. Por isso não devemos entrega- los ao ostracismo, mas sim ao ócio criativo. Proporcionando um ambiente adequado para o nascimento de suas idéias. Pois se eles pararem de sonhar, nós iremos perder a visão do futuro.

Isso nos faz rever o papel dos velhinhos em nossa sociedade. Muitos acham que eles não servem para mais nada, que são ultrapassados, mas suas experiências vividas servem de “know how”, são elas que fornecem a habilidade para projetar um futuro diferente dos dias vividos por eles.

Parabéns equipe Maxxi pela garantia do futuro daquele asilo, amanhã todos nós seremos recompensados.

2 comentários:

Giovana Ferreira disse...

Bruno,
Interessante esse texto. Realmente, em nossa sociedade há um tipo de discriminação inracional, nós esquecemos que se não morrermos cedo, velhos vamos ficar e esquecemos de cuidar do nosso amanhã hoje.
Mas, assim como existe vários ditados, existe tbém um texto bíblico que diz "tudo aquilo que semearmos, colheremos na mesma proporção".

mividasinmi disse...

Que blog mas interesante...!!
bendiciones por cada palabra que sale de los mas profundo de tu corazon...
espero que Dios siga usandote como lo esta haciendo...
bendiciones... besosss y un gran abrazo
desde chile
bye