sábado, abril 10

Santos ?

Imagem: Lenara Monteschio


“Generosidade sem ortodoxia é nada, mas ortodoxia sem generosidade é pior que nada.”

Hans Frei, teólogo e professor da Yale University


Na tarde do dia 1º abril, o Santos Futebol Clube promoveu uma ação solidária onde todo o seu grupo de futebol iria visitar a casa Lar Espírita Mensageiros da Luz, um lar que cuida de pessoas com paralisia cerebral. Porém, um grupo de jogadores evangélicos se recusaram a descer do ônibus para entregar ovos de Páscoa para os pacientes da casa, Robinho apontou motivos religiosos como responsável pela atitude.


“Só ficamos sabendo quando chegamos ao local que se tratava de um ambiente espírita. Cada jogador tomou a atitude que achou conveniente, e acho que a religião de cada um precisa ser respeitada. Ninguém orientou a gente para que tomássemos essa atitude. Ela foi movida pela religiosidade de cada um. Isso não tem que virar polêmica” disse o atacante, em entrevista à TV Bandeirantes.


Neymar e Paulo Henrique também concederam entrevista para a mesma emissora. Eles se mostraram arrependidos e prometeram visitar a instituição brevemente.

“Cheguei em casa, conversei com o meu pai, e percebi como foi ruim a nossa postura. Jamais vou repetir algo assim, e por isso, temos que pedir desculpas” destacou Neymar. Fonte UOL


Esse episódio mostra a realidade da maioria dos evangélicos; “somos Santos (sem trocadilhos) e não podemos nos misturar”.


Esse mundo que tem se criado prendem as pessoas em seu quadrado existêncial, fazendo com que tudo que esteja acontecendo fora das paredes da igreja seja atribuído como sendo maligno.


Preocupo-me, pois sei que existem outras milhares de pessoas com essa mentalidade “santista”.


Onde foi parar o amor incondicional, fazer o bem sem olhar a quem?!


Isso afere a qualidade da Palavra de Deus que tem sido pregada nos púlpitos, uma mensagem sem graça, que não fala da Graça de Deus, que não ensina e nem preparam as pessoas a viver uma vida de coexistência e convivência, antes só se preocupam como será sua morada no céu.


Infelizmente a igreja não esta preparada para lhe dar com a antítese, quando se depara com ela, logo a tacha como sendo o Diabo.


Cristo nos chama para sermos o Sal da terra. Uma das características que mais me chamam atenção do sal é que ele realça o sabor dos alimentos. Ele não dá sabor ao alimento, mas apenas realça aquilo que estava em oculto.


Da mesma forma a postura da igreja deveria ser esta, realçar o sabor desse mundo. Mundo que sem Cristo, fica como uma pessoa cega, tateando como se pudesse achar Deus (Atos 17.27). E o fruto desse “tatear” são as milhares de religiões que temos espalhadas. A maioria delas é uma tentativa do homem se religar com Deus, até produzem coisas boas, mas no fim como estão cegos acabam saindo do caminho.


Que tal o sal da terra salpicar Cristo nessas coisas boas e a partir disso criar o vínculo da paz (Efésios 4;3). Com isso, parte da antítese viraria uma síntese que poderia ser espalhada pelo restante das demais diferenças.


Não se trata de Ecumenismo, que é, por definição, a fusão de religiões diferentes. Mas, como cristãos, devemos aprender a respeitar àqueles que pensam diferente de nós. Ninguém é obrigado a abraçar nossa fé.


Lembremo-nos que não é por força, nem por violência, mas por obra e convencimento do Espírito.


Tem que saber separar a religião das pessoas.


Que o Sal da terra possa descer do ônibus, digo sair do saleiro e ir ao encontro do mundo, cheio de diferenças para realçar seu sabor e apresentar- lhe o motivo desse sabor que é Cristo.

6 comentários:

Carol Botelho disse...

Muito bom Bruno!
Tava pensando isso exatamente esses dias.
A Igreja precisa fazer o bem independente da possibilidade da pregação do evengelho.
Jesus era assim!
Bjus
:)

Elaine disse...

Muito bom... Parabéns!

Austri Junior disse...

PARABÉNS BRUNO!
EXCELENTE, FANTÁSTICO ESSE TEXTO.

OBRIGADO POR SEGUIR O MEU BLOG.
UM GRANDE ABRAÇO.

Levi Bronzeado disse...

Prezado Bruno

Concordo inteiramente com o que você aqui escreveu.

Jesus, não tinha essas frescuras e intolerâncias bestas.
Esse povo parece que é cego,e não vê que Jesus veio para quebrar esses fajutos paradigmas.

P.S.: Agradeço a sua passagem pelo "Ensaios & Prosas".

Ficarei dando uma passada por esse interessante recanto, sempre que puder.

Abçs,

Levi B. Santos

Ozeniccy disse...

Verdade...

Realmente o comportamento dos cristãos santistas não condiz com a Palavra de Deus.

Não podemos fazer acepão de pessoas e devemos fazer o bem sem olhar a quem.

(II Tessalonicenses 3:13) - E vós, irmãos, não vos canseis de fazer o bem.
(Lucas 6:33) - E se fizerdes bem aos que vos fazem bem, que recompensa tereis? Também os pecadores fazem o mesmo.
(Tiago 4:17) - Aquele, pois, que sabe fazer o bem e não o faz, comete pecado.

Muito edificante o teu blog, amado.

Quando puder e vosso tempo permitir, dê uma passadinha em nosso humilde blog: www.evangelismoelouvor.com . Trabalhamos num Projeto de Evangelismo e Louvor. Convido-te para ingressar (se lhe parecer bem) em nosso quadro de SEGUIDORES. Dessa forma, contaremos com o vosso apoio e, se possível, vossas orações, além de compartilharmos informações.

À Deus, toda a glória.

Ozenice Almeida
Nosso Blog: www.evangelismoelouvor.com

O Pastor disse...

A Paz.
Entrei só pra dar uma olhada e já estou seguindo o blog.
Apareça lá no "O Pastor" e dê uma olhadinha também.
PAz.